Série de entrevistas: “O Inep que a sociedade precisa”

No fim de 2014, os servidores do Inep vieram a público em defesa da autonomia do Instituto por meio de uma Carta Aberta assinada pela Assinep. Apontada como legítima e necessária já pelos seus fundadores, a autonomia para o Inep conduzir seus processos institucionais é uma realidade a ser garantida. Ao mesmo tempo, o lugar da pesquisa educacional no Inep é ainda objeto de disputas entre diferentes concepções. São ambas questões que dizem respeito a discussões mais amplas sobre Educação, políticas públicas, avaliação educacional e o papel do Instituto em diferentes cenários.

Por um Inep participativo, republicano e transparente, nós, servidores, reafirmamos nosso compromisso com a excelência, o rigor e a idoneidade. Estamos conscientes de que atuamos em uma instituição de Estado, que precisa ter sua autonomia garantida para manter uma relação democrática e republicana com a Administração Pública e a sociedade. Além de buscarmos o aperfeiçoamento contínuo da competência técnica de nossos quadros e o aprimoramento de nosso trabalho, consideramos que é necessário construirmos um modelo de gestão que não apenas assegure transparência a todos os processos, mas também garanta a participação dos servidores e da sociedade nas tomadas de decisão de um Instituto atento às necessidades do Estado e aos anseios da Nação.

Assim, com vistas a construirmos um entendimento em torno do Inep de que a sociedade precisa, iniciamos um diálogo com diferentes representantes da comunidade acadêmico-científica, do mundo da escola, da gestão pública e da sociedade em geral para discutirmos a missão do Inep, sua atuação no campo da pesquisa educacional, seu papel na implementação do Plano Nacional de Educação etc. Trata-se apenas do início de uma interlocução que, para avançar, precisa ser aberta, franca e contínua.

Entre os entrevistados estão Dermeval Saviani, Daniel Cara, Malvina Tuttman, Luiz Araújo, Simon Schwartzman, Jamil Cury, José Marcelino Rezende Pinto, Alicia Bonamino, Ilona Becskeházy, Roberto Catelli, entre outros.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Entrevistas "O Inep que a sociedade precisa", Mobilização

4 Respostas para “Série de entrevistas: “O Inep que a sociedade precisa”

  1. Pingback: “O Inep que a sociedade precisa”: entrevista José Marcelino de Rezende Pinto | Servidores do INEP

  2. Pingback: “O Inep que a sociedade precisa”: entrevista a Luiz Araujo | Servidores do INEP

  3. Pingback: “O Inep que a sociedade precisa”: entrevista a Alícia Bonamino | Servidores do INEP

  4. Pingback: “O Inep que a sociedade precisa”: entrevista a Alícia Bonamino » Educacionista - notícias e artigos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s