Arquivo da tag: Concursados

Convocação já!

No último dia 04/02, um grupo de aprovados no último concurso do INEP esteve presente em nossa manifestação no MPOG. Esse grupo representava pessoas de alta formação que se dedicou para esse concurso e que, desde o resultado do certame, em 2008, aguarda a sua nomeação. Apesar da elevada evasão, o cadastro reserva mantém o nível de qualidade, com profissionais titulados (mestres e doutores) de elevado gabarito que podem repor na velocidade necessária a defasagem causada pelo fraco Plano de carreira atual (e desde que o mesmo seja efetivamente readeaquado, para que possa estancar a evasão atual).

A despeito do enorme lapso de tempo entre a homologação do concurso e a convocação dos aprovados, o que mais causa espanto entre os servidores é a falta de ações concretas da direção do INEP e do Ministério do Planejamento pela convocação de mais aprovados. Nem mesmo as vacâncias geradas no órgão por aposentadorias e exonerações estão sendo devidamente compensadas por novas nomeações. A surpresa se dá por conta do elevado número de empregados terceirizados que ainda permanecem no órgão e pela crescente demanda de trabalho que cada uma das diretorias vem assumindo nos últimos anos.

Essa letargia por parte do órgão somada à ausência de disposição em discutir a adequação do plano de carreira nos faz desconfiar que talvez não exista um projeto político para a carreira de pesquisador, ou que ela seja uma missão abortada. Palpite ou realidade, o fato é que temos uma carreira com 40% de evasão e que corre o risco de perder um cadastro reserva de alta qualificação apenas por falta de vontade política. Caso isso ocorra, teremos grandes chances de ter nossa carreira esvaziada. Isso significaria ver o órgão entregue aos interesses de empresas terceirizadas ou de fundações que possuem seus próprios interesses. O resultado seria um órgão acéfalo, mero cumpridor de tarefas, ao contrário do órgão politicamente ativo e defensor da educação de qualidade.

Como a tendência da educação brasileira é expandir e melhorar a qualidade do gasto (e, por consequência, a avaliação) fica clara a necessidade de ampliar o quadro de servidores da educação. Lutar pela convocação urgente dos aprovados no concurso é fundamental para a consolidação do órgão como um centro de formação de pensamento sobre educação no Brasil. Somente desse modo, poderemos construir um órgão e uma carreira de Estado, livre dos interesses momentâneos de partidos políticos e dos usos e desusos que interesses particulares exercem sobre a máquina estatal.

A participação dos aprovados em nossa manifestação demonstra sua vocação pública e seu compromisso com a educação, o que ratifica sua capacidade para exercer essa nobre função. Só falta agora vontade política dos nossos dirigentes.

Convocação Já!

6 Comentários

Arquivado em Uncategorized