Arquivo da tag: Flash mob

Flash Mob

Pessoal, por conta das muitas demandas do dia o Flash Mob de hoje acabou adiado. Remarcamos para segunda 10/05 às 9h. Iremos postar instruções mais detalhadas depois. Nada impede que as pessoas que possuam Twitter mandem mensagens constantemente ao @Paulo_Bernardo comentando sobre nossa situação (estamos há 2 semanas em greve). Nosso objetivo com a mobilização virtual será realizar um ato conjunto e organizado que pode gerar um impacto maior.

Para quem já quer praticar antes do ato não se esqueçam de utilizar o símbolo “#” antes da palavra GREVE e INEP, pois é com esses códigos que poderemos monitorar a quantidade de mensagens que foram enviadas para o Ministro do Planejamento.

Caso ainda tenham dúvidas sobre como utilizar o Twitter acessem: https://blogdoinep.wordpress.com/2010/01/28/mobilizacao-virtual-2-2-2/

Nossas últimas mobilizações mostraram como o Twitter pode ser uma ferramenta poderosa em nosso favor.

Deixe um comentário

Arquivado em Greve, Mobilização

Restrição mínima, segurança máxima

Reunião na Presidência decide os caminhos para regulamentação do espaço virtual no INEP

Ontem tivemos uma importante e decisiva reunião com o Presidente do INEP e a equipe responsável pela informática. Ficamos muito satisfeitos tanto com os resultados da reunião quanto pela disponibilidade para diálogo dos responsáveis pela informática Bruno Coura (Diretor de Informática) e Fernando Etchepare (servidor do concurso de 2007 que trabalha na área de informática). Saímos da reunião com novidades e apresentamos propostas importantes que poderão ser transformadas em realidade em breve.

O Presidente do INEP, Joaquim Neto, inicialmente demonstrou toda a preocupação da direção da Autarquia no que diz respeito à segurança da informação. Neste aspecto, ele se referiu ao INEP como sendo um órgão de segurança máxima, já que guarda dados referentes às avaliações de todo o país e que esta é a prioridade número um. Por outro lado, nós apresentamos todo o nosso desconforto com a ausência de critérios para a o uso da Internet e com a falta de diálogo entre a equipe técnica que administra a Rede e os servidores. Buscamos em nossa fala desconstruir o falso dilema que coloca segurança em contraponto à transparência e acesso à informação, mostrando que isto é uma visão burocratizada que precisa ser superada por aqueles que imaginam uma realidade de trabalho colaborativo e em rede para a administração pública. Também cobramos uma explicação sobre o incidente do bloqueio do nosso blog e do Twitter no dia do nosso Flash Mob Virtual 222.

A verdade é que houve por parte do Presidente e da equipe de informática uma grande disposição ao diálogo e abertura para ouvir nossas propostas sobre a importância das ferramentas de comunicação para o trabalho de cada um dos servidores. Além disso, a equipe de informática explicou tudo o que ocorreu no dia do bloqueio utilizando argumentos técnicos de maneira inteligível. Isto nos deixou confortáveis para continuar acreditando no apoio tanto da direção do órgão quanto da equipe de informática sobre nossa mobilização.

Sobre o bloqueio do blog do Inep e Twitter pouco antes da nossa mobilização virtual, o Bruno afirmou que foi um problema do cabo da Rede Nacional de Pesquisa (há uma nota no Inepnet sobre o fato)

(http://inepnet/index.php?option=com_content&view=article&id=196:problema-tecnico-impede-acesso-a-sites-&catid=1:noticias&Itemid=5)

O encontro também foi uma oportunidade para compreendermos o processo de bloqueio de websites e ferramentas da Internet. Na verdade, a equipe técnica não faz um julgamento prévio sobre o mérito ou conteúdo dos websites e ferramentas, exceto sobre os conteúdos tradicionalmente bloqueados (pornografia, por exemplo). O que ocorre é que alguns sites e ferramentas abrem brechas na segurança da rede e, diante disso, cada caso precisa ser analisado separadamente, antes do desbloqueio.

Este foi um momento de descontração da reunião, porque perguntamos ao diretor da informática se ele já havia se deparado com uma situação em que no meio de uma pesquisa ele tentou acessar um website bloqueado. Ele disse que sim, e que não teve paciência para enviar um e-mail para a gerência de rede. Todos caíram na risada, provando que este modelo não está de acordo com o tempo da Internet.

Propostas Concretas

– A principal proposta apresentada pela equipe de informática foi a de criar um comitê de gestão e regulamentação do espaço virtual do INEP. Este comitê terá participação democrática de representantes de todas as diretorias e caberá a ele definir os critérios para utilização destes recursos.

– A equipe técnica está analisando a possibilidade de implantar um sistema de telefonia pela Internet (VOIP) e liberar o acesso a ferramentas de comunicação como o Skype.

– Nós apresentamos uma proposta de criação de zonas livres em todos os andares. O fato é que a segurança de rede não permite a liberação imediata de todas as ferramentas que nós julgamos importantes, e os pesquisadores do INEP costumeiramente se deparam com situações onde são impedidos de concluírem suas atividades em função destas proibições. Diante disso, nossa proposta é que máquinas desconectadas da rede e com acesso livre sejam disponibilizadas em todos os andares, para acesso público.

– Cobramos também a equipe de informática uma postura mais didática, transparente e aberta ao diálogo com todos os servidores e empregados do órgão. Principalmente, no modo como respondem as demandas abertas pela Internet.

Nova proposta de discussão

O professor Neto também apresentou uma proposta muito oportuna, que ultrapassa o tema da reunião e interessa aos pesquisadores do órgão. A idéia é criar um grupo para discutir a política de pesquisa dentro do INEP, ou seja, quais são as regras que definem o pertencimento do conhecimento que é produzido dentro do órgão. Ele é propriedade do pesquisador, do INEP ou da sociedade? Quais são as regras? Quais são os casos? Como garantir para a sociedade o mesmo acesso privilegiado que temos aos dados sobre a educação brasileira?

As respostas para uma série de perguntas como essas ainda estão em aberto e precisamos nos reunir para discutir o tema. Fica a sugestão, vamos aguardar os próximos passos.

Data da reunião: 03/03/10

Presentes:

Joaquim Soares Neto (Presidente do INEP)

Bruno Coura (Diretor da informática)

Fernando Etchepare (Informática)

Gustavo Amora (DAEB)

Estevon Nagumo (DAEB)

Fabio Bravin (DEED)

Jovina Gama (Assinep)

Críticas, dúvidas ou informações?

Escreva para blogdoinep@gmail.com

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

As oficinas de capacitação foram um sucesso!

Na última semana os servidores do INEP participaram de duas oficinas promovidas pela Comissão Permanente de Servidores em parceria com a Associação de Servidores. Ambas foram um grande sucesso!

Oficina Ativismo Digital Turma Manhã

Oficina Ativismo Digital Turma Manhã

Ativismo Digital

Ao longo da quinta-feira 11/02 foi realizada a oficina de Ativismo Digital, em duas turmas, de aproximadamente 20 pessoas cada. A atividade foi coordenada pelos servidores Alexandre Santos, Estevon Nagumo, Fábio Bravin e Gustavo Amora.

O objetivo da oficina era discutir o potencial que o trabalho em rede pode oferecer aos servidores tanto para exercer as atividades de pesquisa quanto para sua mobilização em torno da readequação do plano de carreira.  Além disso, foram apresentadas algumas ferramentas da internet para trabalho em rede, pesquisa e comunicação. Ao final da oficina, foi realizado mais um Flash Mob Virtual no Twitter e os resultados foram surpreendentes. Paulo Bernardo, Ministro do Planejamento finalmente estabeleceu uma interlocução conosco. Inicialmente, ele havia afirmado que se recusava a discutir questões salariais pelo Twitter, o que gerou diversas manifestações mostrando que não se tratava de uma negociação salarial, mas sim de um plano de carreira injusto que estava esvaziando o órgão e discriminando principalmente as mulheres. Finalmente, o Ministro pareceu compreender nossos argumentos, mas pediu que a gente não enviasse mais mensagens repetitivas. E assim concordamos.

Oficina de Advocacy

A oficina de Advocacy, organizada por Gustavo Amora e Alexandre Santos, teve o objetivo de apresentar aos servidores uma visão geral sobre estratégias de intervenção política sobre os poderes Executivo e Legislativo, noções de políticas públicas com foco na política orçamentária, processo legislativo e orientações sobre a abordagem com os parlamentares. Ao final da oficina, a turma se dividiu em grupos e foi elaborada uma dinâmica de abordagem para os parlamentares em diferentes contextos.

Alexandre Santos

Alexandre Santos fala ao público

Ilustre Presença

Para nossa surpresa fomos presenteados com uma visita surpresa do Presidente do INEP. O professor Joaquim Soares Neto entrou por engano em nossa oficina e acabou assistindo a um trecho da apresentação. Aproveitamos para reiterar pessoalmente a nossa demanda em relação a liberação da internet e explicar a importância das atividades que estamos desenvolvendo.

Joaquim Soares Neto - Presidente do INEP

Da esquerda para a direita: Andréia, Ana Magna, Simone e Joaquim Soares Neto - Presidente do INEP

O Presidente garantiu que está aberto a dialogar de modo transparente e concordou com nossa proposta de convocar rapidamente uma reunião com a presença dele, dos servidores e da equipe de informática visando resolver rapidamente os problemas de acesso a internet.

Por fim, é preciso agradecer as servidoras Jovina e Cláudia por terem se dedicado em garantir toda a infra-estrutura necessária para os eventos. Além disso, agradecemos também a todos os servidores que participaram das atividades e ajudaram na mobilização, e aos palestrantes destes dois dias, Alexandre, Estevon, Gustavo e Fábio.

Muito obrigado a todos e todas!

Seguem os slides das apresentações

Oficina de Ativismo Digital

Oficina de Advocacy

3 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Começou o Flash Mob Virtual do #Inep

Agora é pra valer. Enviem mensagens para @Paulo_Bernardo e @Padilhando . Precisamos cobrar deles uma ação imediata em favor dos Servidores do Inep. Além disso, precisamos de apoio para a emenda que vamos apresentar à Medida Provisória 479/2009.

Não se esqueçam de utilizar o símbolo “#” antes da palavra INEP e antes do título do nosso movimento #222, pois é com esses códigos que poderemos monitorar a quantidade de mensagens que foram enviadas para os ministros. O endereço abreviado que leva até as reivindicações no blog é http://www.vai.la/yNu. Copiem e colem em suas postagens.

Após criar sua conta no Twitter, acesse nossa página a siga o nosso perfil. Depois disso, vamos incluir todas essas pessoas em uma lista de servidores do INEP para facilitar o intercâmbio de mensagens e contatos.

Após o susto de termos o nosso blog bloqueado dentro do INEP, o Twitter também está com algumas funções desabilitadas para quem o acessa de dentro do órgão.

As mensagens deverão ser enviadas após as 14h, caso contrário, elas se dispersam e não produzem o impacto desejado.

Caso ainda tenham dúvidas sobre como utilizar o Twitter acessem: https://blogdoinep.wordpress.com/2010/01/28/mobilizacao-virtual-2-2-2/

Clique na imagem abaixo e veja um modelo de mensagem

1 comentário

Arquivado em Mobilização

Mobilização Virtual 2-2-2

Solidários/as,

Esta é uma convocação para uma manifestação virtual a favor da adequação do nosso plano de carreira. Gostaríamos de contar com a presença do maior número de pessoas.

A ideia é simples e foi inspirada nos movimentos Flash Mob que acontecem em vários países do mundo. Dessa vez, vamos fazer um Flash Mob virtual, ou seja, vamos mobilizar os servidores em torno de um ato virtual no dia 02/02 às duas da tarde. Por isso o nome Flash Mob Virtual 2-2-2.

Qual o objetivo disso?

O objetivo é entupir as páginas do twitter do ministro do Planejamento, Paulo Bernardo (www.twitter.com/Paulo_Bernardo), e do  ministro chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha (www.twitter.com/padilhando), com mensagens em defesa da reestruturação do nosso plano de carreira e pela valorização dos servidores do INEP.

Como isso funciona?

Antes de tudo, você precisa entender Que diabos é o twitter?. Para isso, leia o tutorial logo abaixo e faça seu cadastro. É simples e rápido.

Aproveite e siga o nosso blog por lá, assim como as Assessorias de Imprensa do INEP e do MEC.

Tudo no twitter é muito simples, daí o seu sucesso e sua utilidade.

E agora?

Primeiro, você precisa estar cadastrado/a no twitter.com. É muito fácil.

Depois disso, é só escrever para os ministros. São 140 caracteres disponíveis.

É preciso incluir na mensagem “@padilhando” e “@Paulo_Bernardo” para que a mensagem seja enviada a eles.

É importante inserir o símbolo “#” antes da palavra INEP para que a gente possa monitorar quantas mensagens foram enviadas para eles.

Por exemplo: “Caros @Paulo_Bernardo e @Padilhando , como servidor/a do #INEP  estou mobilizado/a em torno da reestruturação do nosso plano de Carreira e conto com seu apoio.”

Custo ZeroImpacto Imprevisível

O esforço para uma campanha como essa é mínimo, e o impacto poderá ser surpreendente. Basta que cada um de nós reserve uma mínima quantidade de tempo para fazer o cadastro no twitter e escrever sua mensagem.

Posteriormente, poderemos criar, ampliar e fortalecer nossa rede pelo Twitter.

Leia mais sobre os usos do twitter como ferramenta e não apenas como uma rede social em Escola de Redes.

5 Comentários

Arquivado em Mobilização